II – OBJETIVOS

II – OBJETIVOS:

            O NEAPEM tem os seguintes objetivos:

            2.1. Geral. Desenvolver ações de cunho psico-espiritual, utilizando técnicas psicoterápicas, norteadas pelo fazer da ciência e profissão de psicólogos, a fim de atender, em processo de acolhimento e escuta, missionários e missionárias e seus familiares que estejam atuando no labor do campo missionário; bem como pastores nas demandas do exercício da atividade pastoral, ou não.

            2.2. Específicos.

2.2.1. Servir como referência para o trabalho missional-pastoral; no missional, quando da entrada ou saída do campo, para que o missionário possa falar das suas expectativas; quanto ao pastoral diz respeito às demandas, expostas em queixa, no que se refere ao labor da atividade no âmbito eclesiástico-institucional; sendo, portanto, este lugar – o lugar da escuta e acolhimento – um lugar neutro desta confrontação institucional-eclesiástico, quer no missional, quer no pastoral;

2.2.2. Desenvolver técnicas de atendimento conforme o perfil do sujeito-família em processo, a fim de direcionar da melhor forma possível a demanda deste sujeito-família, tendo como arcabouço teórico a psicologia fenomenológica-existencial; tendo na psicoterapia breve o referencial clínico;

2.2.3. Servir como lugar de refúgio, longe das pressões diárias que o campo exerce sobre toda existência do ministro, oferecendo a ele um lugar de se sentir ouvido e acolhido;

2.2.4. Agir como interlocutor para o estímulo do desenvolvimento do cuidado mútuo entre ministros nacionais/locais;

2.2.5. Ser um espaço de articulação em Saúde Mental quanto aos ministros, buscando interação com os órgãos nacionais e internacionais na área.


1.2. Fundamentos do Cuidado Integral <><><><><><> III – JUSTIFICATIVA DA SIGLA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *